Refrigerante (normal e diet)

Diet não é passe livre para o exagero!

Não é segredo que a versão regular é um poço de açúcar adicionado. Por levar adoçante, o diet contorna o empecilho. “A troca pode ser uma estratégia para quem gosta muito do refri normal”, avalia Dissenha. “Mas o objetivo final é tirar até o diet da rotina”, acrescenta. A verdade é que esse tipo de bebida ainda gera desconfiança. Pudera.

“Ao analisar estudos, concluímos que não existem evidências suficientes de que a bebida adoçada artificialmente ajude a perder peso”, diz Maria Carolina Borges, mestre em nutrição em saúde pública. Sua pesquisa, que foi conduzida em instituições como Universidade Federal de Pelotas (RS) e USP, não foi a única a chegar a tal dado.

Há quem diga que o adoçante enganaria o controle de saciedade do cérebro, o que nos faria comer mais. Também se suspeita de uma alteração na flora intestinal, por trás de uma maior propensão ao ganho de peso. Enfim, a troca até é válida, mas não tolera abusos.

Os refrigerantes à base de frutas
Eles parecem mais equilibrados. Será?

Não se empolgue. Para a nutricionista Danielle Miranda, mestranda em ciências da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp, o adoçante contido ali merece atenção. “O excesso pode provocar prejuízos”, argumenta. Lembra das ponderações sobre o refrigerante diet? Então, elas também se aplicam aqui.

Fonte: Abril Saúde

 

 
Avenida Mauá, 2924 - Telefone: 3227.7605 - Maringá - Paraná
© 2000-2020 sabortrivial.com.br. Todos os direitos reservados